Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Brechó

Brechó
Este blusão que me coube tão bem no verão passado não me cabe mais
Mangas puídas Bolsos ampulhetas Pedaços de você
Eu não quero guardar mais nada Sorrisos, retratos, Tardes ensolaradas Insultos não proferidos
Agora coração murado Feito filmes da Disney
E o velho relógio parado derrete Ponteiros de amores perdidos
Maldita herança do meu avô.

Aion e Gilda, 19.05.2014



Alagoinhas

Domingo na medida Boa pedida Para corações enfartados e moribundos Para vidas remendadas Cerveja gelada, brindes a nada Beijo usurpado Raios urgentes Perdemos o viaduto Saída de emergência
Volantes para lugar algum Tudo é sempre muito Engana-se! Até dói Não há nenhum coração rendido.


Gilda e Aion, 19.05.2014